Ambiente

Plano de Fiscalização e Inspeção Ambiental já arrancou

Parceria entre CCDR-N e SEPNA

A CCDR-N, em parceria com o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, arrancou hoje com o Plano de Fiscalização e Inspeção Ambiental (PFIA), uma ação concertada que pretende motivar a adoção de boas práticas ambientais em alvos com potencial incidência ambiental como unidades industriais, operadores de gestão de resíduos e hospitais.

“Não estamos aqui para abrir a caça à multa. Estamos aqui para ajudar a criar condições para que boas práticas se instalem nas empresas e nas administrações”, afirmou Ricardo Magalhães, Vice-Presidente da CCDR-N, no final da primeira de 140 ações de fiscalização e inspeção que decorrerão até ao final do ano.

Só na área de incidência da CCDR-N, serão cerca de 250 militares do SEPNA e civis que participarão ativamente na concretização do PFIA. Coordenado pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território e implementado em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente, as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e o SEPNA, este Plano destaca-se por, pela primeira vez, ter as autoridades de fiscalização e inspeção a trabalharem sobre a mesma base de dados, agregando informação relativa aos operadores com atividades de potencial incidência ambiental. Esta base de dados permitirá, ainda, uma georreferenciação dos alvos.