Norte Conjuntura

Salário médio na Região do Norte em rápido crescimento

2º trimestre de 2018

No 2º trimestre de 2018, o salário médio mensal líquido dos trabalhadores por conta de outrem da Região do Norte atingiu o valor de 835 Euros. De acordo com os dados do relatório NORTE CONJUNTURA do 2º trimestre de 2018, observa-se, em termos homólogos, um crescimento real de 4,5 por cento. “É necessário recuar até ao 4º trimestre de 2009 para se encontrar registo de um crescimento real mais acentuado”, lê-se na publicação. Ainda assim, o valor é inferior ao registado em Portugal, que se cifra em 887 Euros.

Na análise ao mercado de trabalho na Região do Norte, mantém-se a tendência de queda da taxa de desemprego, atingindo o valor mais baixo dos últimos 14 anos. O NORTE CONJUNTURA destaca, igualmente, que pela primeira vez desde há oito anos a taxa de desemprego jovem (menos de 25 anos) está abaixo do limiar de 20 por cento, fixando-se nos 18,4 (percentagem que compara com 21,9 no trimestre anterior e com 25,3 no período homólogo do ano passado). No período em análise, diminuiu também a incidência do desemprego de longa duração.

Já o ritmo de crescimento do emprego desceu uma décima de ponto percentual, fixando-se em 3 por cento em termos homólogos. A nível nacional ocorreu uma desaceleração mais acentuada, com o emprego a crescer 2,4 por cento. A taxa de emprego mantém-se em alta, atingindo 74,1 por cento no Norte do país e 75,5 por cento a nível nacional.

O NORTE CONJUNTURA, relatório trimestral que apresenta as tendências da evolução económica na Região, no curto prazo, está disponível em on-line em www.ccdr-n.pt/norte-conjuntura.